sábado, 31 de maio de 2014

Aviso Importante


Haverá transporte àqueles irmãos que não dispõem de meio de locomoção própria saindo às 08h30 e às 17h30 da entrada da PIB VS.
Irmãos que possuem carro, dirijam-se à igreja nesse horário para também dar carona a alguns irmãos. 

A Igreja Batista em Jardim Penha fica localizada à 
Rua Jácome Teles de Menezes, 222. Jd. Penha.

Ore e colabore, inclusive financeiramente, com a troca do telhado do templo. 

Vamos melhorar a segurança e conforto da igreja.
  Participe! É bênção!

segunda-feira, 26 de maio de 2014

Encontro Jovem - Convite.

 A Juventude da PIBVS se reunirá às 18:30 horas em nosso
templo, com destino à Igreja Batista Macedônia.
Adolescentes e Jovens esperamos vocês!

domingo, 25 de maio de 2014

Maio - Mês da Família na PIBVS - Flashes da Celebração desse Domingo!



“Eu e minha casa serviremos a Deus... Com alegria.” Louvamos a Deus por tudo que Ele nos proporcionou nesse mês, lindas mensagens e programações inspirativas e desafiantes para todos nós e nossas famílias. 
Hoje (25-mai-14) tivemos a participação do Ministério Turma dos Bonecos - da PIB da Penha (SP) - http://www.turmadosbonecos.com.br/ que nos abençoou significativamente e a todas crianças presentes.
Consagre diariamente sua família a Deus, vale a pena!

segunda-feira, 19 de maio de 2014

Virada Cultural, dez anos em São Paulo, uma reflexão.



Por uma questão de trabalho participei da Virada Cultural em São Paulo, nesse final de semana na noite de 17 de maio desse 2014, justamente no ano, em que o evento completou dez anos de realização. Sem querer entrar no mérito das motivações dos criadores e organizadores, penso ser salutar fazer uma reflexão sobre o mesmo, uma vez que mobiliza milhares de pessoas, equipamentos, veículos, uso de espaços e recursos públicos de nossa cidade, oriundos de todos nós que pagamos os nossos impostos.

Música, arte, teatro, dança e circo são manifestações culturais legítimas de povos e culturas na história da humanidade. Evidente que numa cidade como São Paulo, há um clamor, apelo e necessidade maior dessa demanda, face às suas peculiaridades – as cidades tem essa característica. Proporcionar atrações artísticas, culturais e lazer ao povo é plenamente aceitável e, cabe aos governantes esse papel, o que do ponto de vista político pode ser um capital muito significativo para eles. 

Mas, o contraponto nessa reflexão é o preço que se paga, para proporcionar lazer, cultura e diversão ao povo paulistano e no caso específico na região central da cidade. A nosso ver, um preço muito alto, uma vez que dada à grandeza do evento, ele também se torna um convite à prática da violência, manifestada através de discussões e palavras de baixo calão, arrastões, assaltos, embriaguez, acidentes pessoais, depredações e vandalismo do patrimônio público e particular, uso de arma de fogo, consumo de maconha – ainda não autorizada em nosso país - outras drogas lícitas e ilícitas, reclamações dos moradores do centro da cidade com o barulho e outros conflitos que abrangem um acontecimento dessa natureza.

Ver, ouvir, cantar, fotografar, dançar, aplaudir, vibrar, chorar, pular são sentimentos e emoções, que não tem preço e, quando o fazemos ou experimentamos ao lado e com pessoas as quais elegemos como ícones e referenciais em nossas vidas é algo incrível.

Um aspecto considerado por parte da imprensa nos eventos desse ano foi  a diminuição do público presente, talvez em função dos fatores negativos que citei anteriormente ou até mesmo pela onda de protestos que permeiam a cidade. Outro aspecto a ser considerado é incapacidade da sociedade de realizar atos como esse, sem o consumo de bebidas alcoólicas, que cooperam para comportamentos muito além da normalidade.

O fato é que nesses dias de tantos protestos, que antecedem a Copa do Mundo em nosso país, e após ter presenciado alguns fatos lamentáveis na Virada Cultural em São Paulo, reflito e concluo que não há Virada Cultural e nem Copa do Mundo, que valha o sacrifício de uma vida humana, afinal disse Jesus: “Pois, que adianta ao homem ganhar o mundo inteiro e perder a sua alma?” (Marcos 8.36). Assim, até que ponto vale uma Virada?

Marcos Queiroz, pr.

Missões Mundiais - Encerramento da Campanha 2014 na PIBVS!









Tivemos uma noite inspirativa nesse domingo (18-mai-14), de celebração ao nosso Deus. O Pastor Fabiano Soares trouxe-nos a mensagem com o seguinte título: "Quem sou eu?" Baseada em João 1.19-27 à luz do exemplo de João Batista e sintetizou: "Seja a pessoa que Deus quer que você seja, e seja feliz!"

segunda-feira, 12 de maio de 2014

"Um tombo que nos livrou da morte."



Há exatamente um (01) ano através de um tombo, descobrimos que nossa filha Débora (abelha no original) era portadora de um tumor cancerígeno de 10 centímetros – e em expansão - a partir do seu fígado, leia-se Hepatoblastoma.
No início foi um tempo difícil, porque junto com a doença anunciada veio o medo da morte, dois acidentes de trânsito sem vítimas, além do aumento significativo das despesas. Mas também veio o amor, o cuidado e a provisão de Deus, manifesta através de gente que ama a gente.
De imediato eu e Andréia decidimos em nosso coração não perguntar a Deus, por quê? Apenas confiar e, olha que não foi fácil viver textos como: “Bom é ter esperança e aguardar em silêncio a salvação do Senhor” (Lamentações 3.26) “Todas as coisas cooperam para o bem daqueles que amam a Deus...” “...para serem conforme à imagem de seu Filho...” (Romanos 8.28-29).
Hoje decorrido esse tempo e, com a plena certeza da cura da nossa filha, paramos para agradecer e continuamos agradecendo a Deus. Débora ainda fará mais uma cirurgia de retirada do cateter, daqui a alguns meses e a cada dia Deus nos surpreende através dela. Com sua vivacidade, sensibilidade e raciocínio, Débora é singular – uma abelhinha suave, em nossas vidas que a todos cativa.
Papai por que Jesus morreu? Por que Ele está no meu coração? O que é casamento? Quero ir no Habibs... Conta prá mim a história do Sansão... Eu quero minha chupeta e gum...
Assim que Débora retirar o cateter celebraremos a Deus, com um culto de gratidão. Até lá estarei juntando relatos, para escrever um livro com o testemunho do que Deus fez por nós, na expectativa de compartilhar com aqueles que sofrem, choram, são marcados pela dor, mas consolados pelo nosso Deus. Por enquanto o título provisório da obra é: “Um tombo que nos livrou da morte.” E olhem Deus tem tudo a ver com isso. Aleluias!
SP, 12-mai-2014.
Pr. Marcos, Andréia, Jê e Débora.

Eleições para os Conselhos Gestores nos Parques Municipais - SP.

Mais informações acesse: http://www.prefeitura.sp.gov.br/cidade/secretarias/meio_ambiente/parques/conselhos_gestores/index.php?p=40498

domingo, 11 de maio de 2014

Maio - Mês da família na PIBVS - Renovação de Votos!







Com esta aliança, eu declaro o meu amor por você, diante de Deus e da Igreja aqui reunida. Eu renovo o meu compromisso de te amar e te servir, em todos os momentos da nossa vida, pois você é um presente de Deus em minha vida. E que a glória de Deus, brilhe em nossa vida, em nossa casa, sobre os nossos filhos e sobre os nossos sonhos.
E que Deus me ajude a ser fiel e honrar esse compromisso até que a morte nos separe.
Eu te amo, minha princesa – meu príncipe!